Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Primeira Liga

- Site oficial do América-MG |

Primeira Liga

América-MG chega em Brasília para decisão na Copa da Primeira Liga

América-MG chega em Brasília para decisão na Copa da Primeira Liga
Foto: Site oficial do América-MG

A delegação do América chegou no final da tarde desta quarta-feira (15/2) em Brasília com a missão de conquistar um grande resultado no jogo de amanhã contra o Flamengo, no estádio Bezerão, para se manter na briga pela classificação na Copa da Primeira Liga. No jogo de estreia, contra o Ceará, o Coelho empatou na Arena Independência, o torna a partida no Distrito Federal decisiva.
Antes da viagem, os jogadores participaram de um treino com bola no período da manhã, no CT Lanna Drumond. O técnico Enderson Moreira comandou um treino coletivo, seguido de finalizações e lances de bola parada.
Enderson Moreira sabe da grande dificuldade que sua equipe terá pela frente, entendendo que o time terá que ser quase perfeito para conquistar a vitória.
“A gente sabe que é um jogo muito difícil e, sem dúvida nenhuma, um desafio que vai exigir do América uma partida quase perfeita. Temos que ser muito eficientes defensivamente e ofensivamente. Mas estamos confiantes de que poderemos fazer um bom jogo”, pontua o treinador.
A ‘maratona’ das últimas semanas – a viagem a Brasília é a terceira consecutiva – segue em ritmo intenso. No total, a equipe americana acumula quase 10 mil quilômetros de trajeto percorrido nos últimos dias. Antes de Brasília, o Coelho foi até o Norte do país para enfrentar o Atlético Acreano pela Copa do Brasil e depois seguiu para o Sul de Minas, onde enfrentou a Caldense, em Poços de Caldas. E, na próxima semana, depois do clássico com o Atlético, no Mineirão, o time americano irá enfrentar o Grêmio em Porto Alegre, na quarta-feira.
Enderson Moreira classifica a situação como “inacreditável”. Mas o treinador destaca que a comissão técnica se planejou bem para enfrentar esses obstáculos e que o time está preparado para lidar com tal situação.
“Detesto falar sobre calendário, mas, nos últimos dias, andamos mais de oito mil quilômetros e isso é meio inacreditável. Nós temos o Rui (Pedro, analista de desempenho) que é português e ele fica impressionado como se joga ainda. As pessoas falam muito que os times jogam todo dia na Europa, mas eles fazem viagens curtas. Quem nos acompanha sabe como é difícil, não é só a questão do jogo. O mais difícil é esse deslocamento, toda a logística, o grande desgaste que isso provoca. Mas temos que estar preparados para superar essa situação”, desabafa o técnico do Coelho.

MAIS NOTICIAS - PRIMEIRA LIGA