Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Gauchão

- Site oficial do Brasil-Pel |

Gauchão

Com gol de Itaqui, Brasil quebra tabu e derrota o Internacional por 1 a 0 no Bento Freitas

Com gol de Itaqui, Brasil quebra tabu e derrota o Internacional por 1 a 0 no Bento Freitas
Foto: Jonathan Silva/Site oficial do Brasil-Pel

Como se fosse um filme, com todos os ares dramáticos e um enredo pra lá de emocionante, a vida rubro-negra nos últimos dias não poderia ter outro final. Na expectativa pela liberação das arquibancadas provisórias até o apito final do árbitro Roger Goulart, muita coisa aconteceu. E a mais importante delas, a Maior e Mais Fiel comemorou. Depois de 21 anos, um tabu que incomodava os rubro-negros, foi quebrado. O Brasil venceu o Internacional por 1 a 0, na tarde deste domingo (4). Itaqui acertou um bonito chute e marcou o gol Xavante na partida. Agora, o próximo adversário do time comandado pelo técnico Clemer é o Grêmio, na quarta (7), às 21h45, na Arena.
Desde o começo da semana, na busca pela liberação das arquibancadas, o torcedor Xavante sabia que não seria uma semana normal. Com doses tradicionais de sofrimento e drama, o sábado que antecedeu a partida foi marcado pelo grito de comemoração: arquibancadas liberadas e a certeza da presença da Maior e Mais Fiel. O domingo chegou e as redondezas do Bento Freitas mostravam que a história seria toda rubro-negra.
Com a bola rolando, o Brasil precisou de apenas 1 minuto para mostrar que não aceitaria outro resultado que não a vitória. Luiz Eduardo cruzou e Éder Sciola, de primeira, mandou uma bomba para um milagre de Marcelo Lomba. Aos 18, Itaqui cobrou falta e Heverton cabeceou por cima. Calyson, aos 26, tentou de bicicleta, mandou por cima do gol, mas arrancou aplausos da Maior e Mai Fiel.
Aos 33, o lateral direito Ruan, do Inter, que já tinha cartão amarelo, fez falta em Toty e foi para o chuveiro mais cedo. Com um a mais, o Brasil tratou logo de colocar a vantagem também no placar. Aos 39, bola na área para Toty, o meia sofre falta de Danilo Silva, mas antes de Roger Goulart poder marcar pênalti, Itaqui ficou com a sobra e mandou uma bomba, um foguete, para sacudir as redes e mandar pra bem longe do Bento Freitas o tabu. Festa nas arquibancadas lotadas, Brasil 1 a 0.
Na etapa final, o Brasil teve um chance aos 7 minutos. Éder Sciola tocou para Deyvid Sacconi, que bateu, a bola desviou no braço de Claudio Winck, mas o árbitro deu apenas escanteio. Aos 12, Bruno Collaço achou Toty, o meia invadiu a área, cruzou, a zaga cortou e sobrou para o próprio Toty, de frente para o gol. Ele tirou a bola do goleiro Marcelo Lomba, mas ela caprichosamente bateu na trave.
Itaqui queria marcar o segundo. Aos 20, ele cobrou falta com força e muito efeito, mas Marcelo Lomba fez um milagre e evitou o gol.  Aos 41, foi a vez do capitão Leandro Leite levantar a Maior e Mais Fiel. E não foi com uma jogada de desarme ou de garra, foi quase marcando. Ele bateu forte, dentro da área, e a bola desviou em Charles e saiu para escanteio.  Aos 44, o zagueiro Leandro Camilo tomou o segundo amarelo e foi expulso na partida.
Sem tempo para mais nada, nem para um tabu de 21 anos permanecer, a Maior e Mai Fiel soltou o grito preso na garganta quando, aos 49 minutos, o árbitro Roger Goulart encerrou a partida.
O resultado fez o Brasil chegar ao décimo terceiro ponto e dividir a liderança do Gauchão 2018, com o Caxias. O próximo desafio do time do técnico Clemer é na Arena, diante do Grêmio, na quarta (7), às 21h45.
Ficha técnica:
Brasil: Marcelo Pitol, Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton, Bruno Collaço, Leandro Leite, Itaqui (Sousa), Deyvid Sacconi (Luiz Henrique), Toty, Calyson e Luiz Eduardo (Robério). Técnico: Clemer.
Internacional: Marcelo Lomba, Ruan, Danilo Silva, Thales, Iago, Rodrigo Dourado, Charles, Patrick, Camilo (Claudio Winck), Marcinho (William Pottker) e Roger (Juan). Técnico: Odair Hellmann.
Gol: Itaqui, aos 40min1T (B).
Cartões Amarelos: Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton, Itaqui e Deyvid Sacconi (B); Ruan, Charles, Marcinho, William Pottker, Claudio Winck e Daniel (I).
Cartões Vermelhos: Leandro Camilo (B); Ruan (I).

MAIS NOTICIAS - GAUCHÃO