Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Copa do Brasil

- Site oficial do Atlético-PR |

Copa do Brasil

Contra o São Paulo, Atlético-PR busca avançar pela 16ª vez para as oitavas da Copa do Brasil

O Atlético Paranaense enfrentará o São Paulo, na próxima quinta-feira (19), em busca de sua 16ª participação nas oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo está marcado para as 19h15, no estádio do Morumbi, na capital paulista.
 
O Furacão participa da Copa do Brasil pela 22ª vez. Em 2000, 2014 e 2017, o Rubro-Negro entrou diretamente nas oitavas de final. Em outras 12 oportunidades, a vaga nas oitavas foi conquistada em etapas anteriores.
 
Relembre, a seguir, os duelos que classificaram o Atlético Paranaense para as oitavas de final da Copa do Brasil:
 
 
1992
Operário-MS 1x3 Atlético Paranaense
Atlético Paranaense 3x0 Operário-MS
Em sua terceira participação na Copa do Brasil, o Furacão precisou passar por apenas um adversário para chegar às oitavas: o Operário-MS. Na primeira partida, no Mato Grosso do Sul, Marco Antônio (2) e Tostão marcaram os gols da vitória por 3 a 1. No jogo de volta, no Pinheirão, Marco Antônio marcou mais dois e Jatobá completou o placar de 3 a 0.
 
 
1996
Atlético Paranaense 3x0 Santos
Santos 1x1 Atlético Paranaense
O Furacão não deu chances para o Peixe. A primeira partida, na antiga Baixada, terminou com vitória rubro-negra por 3 a 0, com dois gols de Oséas e um de Paulo Rink. O jogo de volta, que terminou empatado em 1 a 1, ficou marcado por um gol de placa de Paulo Rink.
 
 
1997
Atlético Paranaense 3x0 Sport
Sport 1x1 Atlético Paranaense
O Furacão fez a primeira partida no Pinheirão e abriu uma ótima vantagem. O zagueiro Andrei, o meia Paulo Miranda e o volante Alex Lopes marcaram os gols da vitória por 3 a 0. Na partida de volta, na Ilha do Retiro, o lateral Dedé, que mais tarde defenderia o Atlético Paranaense, abriu o placar para o Sport. Mas Paulo Rink empatou e garantiu a classificação.
 
 
1999
Atlético Paranaense 0x0 Cruzeiro
Cruzeiro 3x3 Atlético Paranaense
A Arena estava em construção e o primeiro jogo foi disputado no Couto Pereira: empate em 0 a 0. O resultado não era bom para o Furacão, mas o time se superou no jogo de volta. No Mineirão, o Cruzeiro saiu na frente, mas Lucas, Sandoval e Kleberson viraram o placar para 3 a 1. Já nos acréscimos, o time mineiro marcou duas vezes, mas os gols fora de casa garantiram a vaga nas oitavas para o Rubro-Negro.
 
 
2001
Guarani 0x2 Atlético Paranaense
Naquela edição, uma vitória por dois gols de vantagem fora de casa garantia a vaga sem a necessidade do jogo de volta. E não deu outra. No Brinco de Ouro, em Campinas, o meia Adriano Gabiru e o artilheiro Kléber anotaram 2 a 0 para o Furacão e garantiram a vaga nas oitavas de final.
 
 
2007
Vitória 4x1 Atlético Paranaense
Atlético Paranaense 3x0 Vitória
A primeira partida, no Barradão, foi ruim para o Furacão, que voltou para casa com a missão de reverter uma goleada por 4 a 1. Mas a torcida e o time rubro-negros não desistiram. Quando os jogadores entraram em campo para a partida de volta, um mosaico nas arquibancadas mostrava o placar necessário para a conquista da vaga: 3 a 0. E foi exatamente o que aconteceu. Denis Marques (2) e Evandro marcaram os gols de um triunfo inesquecível.
 
 
2009
ABC 2x2 Atlético Paranaense
Atlético Paranaense 3x1 ABC
Na primeira partida, em Natal, o Rubro-Negro saiu na frente com um gol do volante Chico, mas sofreu a virada. O empate veio já no final da partida, com um gol do atacante Wallyson. No segundo jogo, Rafael Moura, Marcinho e Wallyson marcaram na vitória por 3 a 1 e garantiram a vaga.
 
 
2010
Sampaio Corrêa 1x1 Atlético Paranaense
Atlético Paranaense 2x0 Sampaio Corrêa
No empate em 1 a 1 na primeira partida, no Maranhão, Paulo Baier marcou o gol atleticano. No jogo de volta, o Furacão abriu o placar com um golaço do lateral Márcio Azevedo, que mandou uma bomba de fora da área e acertou o ângulo. E com a vaga já garantida, o Atlético Paranaense marcou mais um nos acréscimos, com Bruno Mineiro.
 
 
2011
Paulista 0x2 Atlético Paranaense
O Rubro-Negro conquistou a vaga logo na primeira partida, com uma vitória por 2 a 0 na casa do adversário. No estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, o atacante Nieto marcou duas vezes e garantiu a classificação atleticana.
 
 
2012
Criciúma 1x2 Atlético Paranaense
Atlético Paranaense 5x1 Criciúma
Foi um duelo marcado por uma polêmica e pelo show do atacante Guerrón. Em Santa Catarina, Guerrón abriu o placar para o Rubro-Negro. O Criciúma chegou ao empate em um gol irregular do atacante Zé Carlos, que tirou a bola das mãos do goleiro Vinícius. Depois, Guerrón marcou mais um para o Atlético. Na partida de volta, Guerrón marcou quatro gols e ainda deu a assistência para Patrick, em uma goleada por 5 a 1.
 
 
2013
Paysandu 0x0 Atlético Paranaense
Atlético Paranaense 2x1 Paysandu
O primeiro jogo, em Belém, acabou com o placar em 0 a 0, deixando a decisão para Curitiba. Na Vila Capanema, o Furacão abriu o placar logo no começo do jogo, com um gol de pênalti de Paulo Baier. O atacante Marcelo ampliou no segundo tempo. O Paysandu ainda descontou, mas não conseguiu evitar a classificação atleticana.
 
 
2016
Atlético Paranaense 0x0 Chapecoense
Chapecoense 1x1 Atlético Paranaense
O Furacão abriu o confronto em casa e não saiu do empate em 0 a 0. E com muita luta, foi buscar a classificação na casa do adversário. A Chapecoense abriu o placar na Arena Condá logo aos quatro minutos de jogo. Mas o Rubro-Negro conseguiu o empate, que saiu aos 11’ do segundo tempo, com um gol do atacante Walter. 

MAIS NOTICIAS - COPA DO BRASIL