Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Campeonato Mineiro

- Site oficial do Cruzeiro |

Campeonato Mineiro

Cruzeiro inicia preparação para o clássico de domingo, no Independência

Cruzeiro inicia preparação para o clássico de domingo, no Independência
Foto: Vinnicius Silva/Site oficial do Cruzeiro

Após a viagem para a Argentina e a estreia na Copa Libertadores, o elenco cinco estrelas se reapresentou na tarde desta quinta-feira, na Toca da Raposa II, abrindo os trabalhos de preparação para o clássico contra o Atlético-MG, marcando para domingo, às 11h, no estádio Independência.
As novidades ficaram por conta das participações de Sassá, Ezequiel e Cacá no treinamento em campo. O atacante ainda está em fase de transição, enquanto o zagueiro da base celeste fez seu primeiro treino com o time profissional.  
No campo, foi realizada uma atividade técnica em campo reduzido, com dois times de 13 atletas. Em seguida, dois times com nove jogadores, incluindo goleiro. David, em transição, Nonoca, Manoel e Fábio realizaram trabalhos internos.
Coração quente, cabeça fria
Símbolo de raça dentro de campo, Lucas Romero falou sobre o clássico de domingo. O camisa 29 garante que o foco do líder do Campeonato Mineiro está no jogo contra o Atlético-MG, e que o equilíbrio emocional e inteligência serão fundamentais para um bom desempenho.
“Para um jogador, o clássico é diferente. Mas tentamos ficar fora do que envolve torcida, imprensa... Sabemos que clássico se joga com o coração quente, mas tem que ficar com a cabeça fria. Tem que ser inteligente e saber jogar o clássico”, alertou.
“A derrota do jogo de terça-feira já ficou para trás. Depois do jogo a gente acordou pensando no domingo. O clássico é muito importante para nós. Favoritismo não tem. Clássico é clássico. Vamos trabalhar para fazer o melhor jogo. Sempre falo que a gente tem que estar preparado. Quando a gente tem a oportunidade, seja de volante ou lateral, temos que estar ligados e prontos para mostrar também”, completou.
Jogo diferente
Quem endossa o discurso de Romero é o meia Robinho. No Clube desde 2016, o camisa 19 já até marcou gol no clássico e trata a partida como um jogo diferenciado.
“O clássico é diferente, um campeonato à parte, e independentemente de você estar bem ou mal, num clássico as coisas mudam. A derrota para o Racing ficou para trás, lá no vestiário, e a vitória deles (Atlético-MG contra o Figueirense, pela Copa do Brasil), não vai aumentar a motivação não. A motivação eles têm só de enfrentar a gente. E a gente também tem essa motivação muito grande”, destacou.

MAIS NOTICIAS - CAMPEONATO MINEIRO