Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Copa do Brasil

- Site oficial do Grêmio |

Copa do Brasil

Grêmio goleia o Atlético-PR e joga com vantagem na Arena da Baixada

Com gols de Lucas Barrios (2X), Kannemann e Everton, Tricolor jogou demais e goleou o Furacão em casa, diante de mais de 28 mil torcedores

Grêmio goleia o Atlético-PR e joga com vantagem na Arena da Baixada
Foto: Lucas Uebel/Site oficial do Grêmio

E o Grêmio segue a sua caminhada na conquista pelo hexa da Copa do Brasil. Enfrentando pela segunda vez neste ano o Atlético-PR, o Tricolor mostrou que está firme na busca pelo seu objetivo. Venceu a equipe paranaense pelo placar de 4 a 0 e viaja a Curitiba com uma boa vantagem para o segundo jogo, com a classificação encaminhada para a semifinal da competição.
Os 45 minutos iniciais foram de superioridade gremista, que não tirou a bola dos pés. Pressionou e criou jogadas individuais e principalmente coletivas. Resultado disso foi o primeiro gol aos 22 minutos, assinalado por Lucas Barrios. Pedro Rocha passou pela marcação na esquerda e acionou o paraguaio, que recebeu e mandou uma bomba, sem nenhuma chance de defesa de Weverton. Aos 29', o camisa 18 marcou o segundo, estufando as redes da meta paranaense. E a superioridade gremista foi confirmada com o terceiro gol, aos 32'. Luan cobrou um escanteio da esquerda e, na disputa pelo alto com Nikão, Kannemann levou a melhor, marcando de cabeça.
A segunda etapa não foi nada diferente. Total domínio gremista, que ainda mandou uma bola na trave com Ramiro. O Atlético teve Nikão expulso, por duas faltas graves.
A partir da metade do etapa complementar, as substituições começaram a ser feitas pelo técnico Renato Portaluppi - Pedro Rocha, Arthur e Barrios saíram para a entrada de Fernandinho, Lincoln e Everton. E o jogo seguiu na mesma intensidade. Aos 41 minutos, após desarme no campo de ataque, Fernandinho acionou Everton entrando na área. O atacante recebeu e fechou o marcador, assinando o quarto gol gremista.
Com o resultado, o Grêmio tem boa vantagem para o jogo de volta e encaminha bem a classificação para a semifinal da Copa do Brasil.
Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Arthur, Michel, Ramiro, Luan, Pedro Rocha e Lucas Barrios.
Banco: Bruno Grassi, Rafael Thyere, Bressan, Bruno Rodrigo, Jailson, Kaio, Lincoln, Everton e Fernandinho.
O trio de arbitragem foi comandado por Flavio Rodrigues de Souza, auxiliado por Rodrigo F. Henrique Correa e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.
 
O jogo:
Primeiro Tempo
A saída de bola foi do Tricolor, que manteve a posse de bola nos minutos iniciais. Os paranaenses vieram fechados, congestionando o meio-campo do Tricolor. Para chegar ao ataque, os gremistas tiveram que usar da paciência e toque de bola.
A primeira chegada adversária foi quase aos 5 minutos, com Coutinho, pela direita, mas o jogador foi flagrado em posição de impedimento e o lance foi anulado.
O Grêmio chegou com perigo aos 9 minutos, com Pedro Rocha, que recebeu um bom passe na área. O atacante driblou a marcação e ao chutar, zaga conseguiu o corte para escanteio. Na sequência de cobrança de escanteio, Luan mandou em curva no segundo poste, direto na cabeça de Geromel, que mandou em direção à meta. A bola passou rente à trave direita do goleiro Weverton.
Minutos depois, pressionando, pela esquerda, Ramiro cruzou rasteiro na área, mas Weverton fez a defesa e colocou a bola na intermediária. Pedro Rocha conseguiu recuperar, acionou Cortez que deu passe para Luan. O camisa 7 chutou bem, mas o goleiro paranaense fez uma grande defesa, impedindo o gol gremista.
Os visitantes chegaram com um cruzamento de Sidcley feito na área gremista, mas Cortez conseguiu o desarme e cabeceou para cima - Marcelo Grohe completou com a defesa. Em resposta, depois de erro na saída de jogo do Atlético, Edílson acionou Ramiro, que chutou cruzado, mas a bola parou na defesa.
E o Grêmio seguiu pressionando. Aos 16 minutos, Luan recebeu de Ramiro na área e chutou de direita, mas mais uma vez, Weverton defendeu. Já no lance seguinte, Edílson recebeu na direita, tentou o chute, mas mandou pela linha lateral.
O Furacão teve uma boa chance aos 19 minutos, com um tiro livre indireto, depois de Geromel recuar a bola para Grohe. Na cobrança, Nikão chutou e Ramiro se atirou e salvou o Tricolor de levar o primeiro gol. Bola saiu para escanteio - Matheus Rossetto colocou na área, mas o meio-campista afastou novamente.
O marcador foi aberto aos 22 minutos com um baita gol, que saiu dos pés de Lucas Barrios. Uma grande jogada individual de Pedro Rocha, que passou pela marcação na esquerda e acionou o paraguaio - ele recebeu e mandou uma bomba, sem nenhuma chance de defesa.
E o Tricolor queria mais! Em jogada de contra-ataque, Luan saiu em velocidade e na intermediária, foi derrubado com falta forte. Na cobrança, Ramiro rolou para edilson, que mandou um chute forte. A bola desviou na zaga e saiu a escanteio. Luan cobrou no segundo poste, a bola ficou viva na área e em posse do Grêmio. Cortez recebeu e tentou o drible, mas marcação mandou pra escanteio.
Pressionando, os gremistas tiveram outro lance de perigo, em jogada individual de Pedro Rocha. O camisa 32 passou pela marcação, mas carimbou a defensiva no chute.
A superioridade na primeira etapa foi concretizada com mais um golaço do artilheiro Lucas Barrios. Pedro Rocha tabelou com o paraguaio e chutou cruzado. A bola bateu no pé de Thiago Heleno e acabou direto nos pés de Barrios, que mandou para o fundo das redes, marcando o segundo, aos 29 minutos.
E os gremistas queriam mais! Em nova jogada, Pedro Rocha passou por Wanderson pela esquerda e chutou cruzado, mas Weverton fechou o gol e mandou para escanteio. Na cobrança, três minutos depois do segundo gol, aos 32', a bola foi colocada na área por Luan e na disputa pelo alto com Nikão, Kannemann levou a melhor e mandou de cabeça para o fundo das redes. Grêmio 3 a 0, na Arena.
Aos 42 minutos, o Furacão esboçou reação. Douglas Coutinho tentou chegar pela esquerda, mas Geromel foi gigante e fez o corte com segurança. Respondendo a altura, o Grêmio chegou com um lançamento de Arthur, que mandou na área, mas Thiago Heleno desviou de cabeça para trás e Weverton completou a defesa.
Aos 45 minutos, Pablo invadiu a área, ficou cara a cara com Marcelo Grohe, que cresceu, se atirou e fez grande defesa.
E o Grêmio levou mais perigo. Edilson carregou a bola na direita, tabelou com Pedro Rocha e mandou uma bomba - a bola explodiu na zaga e saiu.
Jogo finalizou na sequência, aos 47 minutos.

Segundo Tempo
O Grêmio voltou a campo com a mesma formação e com menos de um minutos, Lucas Barrios levou a pior após uma dividida com Wanderson e teve que receber atendimento.
O Atlético tentou chegar com Jonathan, pela direita. Ele foi a linha de fundo e cruzou forte para Nikão. Edilson fez a proteção e conseguiu deixar a bola se perder pela linha de fundo.
O Tricolor chegava pela intermediária aos 9 minutos. Pedro Rocha acionou Lucas Barrios, que quando recebeu o passe, foi derrubado com uma falta forte de Wanderson. A cobrança foi feita por Luan, que colocou na área. Wanderson cortou, mas a bola sobrou na área para Cortez. O lateral tentou passar pela marcação de Jonathan, mas acabou cometendo falta.
Já o Furacão veio com Lucho, que dividiu com Geromel na área, mas ergueu o pé demais e a falta foi anotada para os gremistas.
A chance mais clara nesse segundo tempo veio aos 13 minutos. Pela esquerda, Luan deu passe para Pedro Rocha. O atacante driblou a marcação e cruzou na medida para Lucas Barrios. O paraguaio chutou de primeira, houve o desvio no defensor, o que facilitou a defesa de Weverton.
Logo na sequência, depois de desarme na intermediária, Pedro Rocha saiu em velocidade e acionou Luan no meio, mas o atacante deixou a bola passar e acabou perdendo o lance para adversário. Tentando descontar no placar, em jogada rápida, Douglas Coutinho deu passe para Nikão, que dominou e mandou um chute a gol. Grohe caiu e fez boa defesa.
Pressionando, o Grêmio trocou passes, girou a bola e levou perigo ao ataque, mas no último lance, Pedro Rocha tentou passe no meio e a bola acabou nos pés de Lucho.
Aos 18 minutos, pela direita, Cortez ia carregando a bola, mas Nikão acabou cometendo falta. Como foi seu segundo amarelo na partida, foi expulso. Os paranaenses começaram a fazer um jogo cheio de faltas. Pedro Rocha foi outra vítima - foi acertado no rosto por Carlos Alberto.
Os gremistas tentaram com Pedro Rocha, que recebeu em frente a área e tentou acionar Bruno Cortez, na esquerda, mas o lateral não conseguiu chegar a tempo para o domínio e a bola se perdeu pela linha de fundo.
Quase que o quarto gol saiu na Arena, aos 25'. Um passe perfeito de Pedro Rocha na direita para o meio-campista, que sozinho, dominou bem e chutou, buscando o canto direito de Weverton. A bola bateu na trave e saiu pela linha de fundo.
Depois de girar a bola, Ramiro foi acionado na esquerda e cruzou para Luan. O camisa 7 chutou, mas mandou por cima da meta.
Substituição: Saiu Pedro Rocha, entrou Fernandinho, aos 28 minutos.
O Grêmio insistiu e quase que Lucas Barrios mandou de bicicleta para o fundo do gol. Defensiva mandou pra escanteio - na cobrança, bola foi colocada na área, mas afastada em seguida.
Aos 30 minutos, foi a vez de Michel receber no meio e tentar um chute de longe - Thiago Heleno bloqueou. Em seguida, Edilson cruzou na pequena área, mas mais uma vez a zaga cortou, mandando pra escanteio. No primeiro poste, defensiva afastou.
E seguiu no ataque, agora com Luan, que sassaricou N vezes em frente ao marcador e rolou pra trás para Arthur. O volante cruzou, Barrios conseguiu chegar, mandou a gol, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora.
O Furacão chegou com muito perigo. Dentro da área, Douglas Coutinho dominou no peito e chutou. Defensiva gremista conseguiu o afastar no sufoco. Em seguida, outro lance perigoso que acabou em defesa do goleiro Marcelo Grohe.
Substituição: Saiu Arthur, entrou Lincoln, aos 36 minutos.
Substituição: Saiu Lucas Barrios, entrou Everton, aos 36 minutos.
Em uma baita jogada, Fernandinho passou por três marcadores e em frente a grande área, cortou pra perna esquerda e mandou uma bomba. Bola subiu demais.
A bola não saiu dos pés gremistas. Trabalhando muito bem em troca de passes, o Grêmio desarmou os adversários e com Fernandinho, carregou até a intermediária. O atacante serviu Everton entrando na área e mandou a gol. Golaço do camisa 23, aos 41 minutos.
O jogo estava bom demais para o Tricolor, com a Arena cantando e o time em campo dando um banho de bola. Aos 43', Edilson soltou uma bomba da direita, e Weverton espalmou para escanteio. Quase o quinto.
Jogo fechou aos 48 minutos.
Público total: 28.138 torcedores

MAIS NOTICIAS - COPA DO BRASIL