Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Libertadores

- Site oficial do Internacional |

Libertadores

Inter não segura o Tigres no México

O Internacional tentou até o final, mas não conseguiu a classicação para a decisão da Libertadores. O time colorado foi superado pelo Tigres pelo placar de 3 a 1 na noite desta quarta-feira, no México, e adiou o sonho do tricampeonato. Os mexicanos fizeram 2 a 0 ainda no primeiro tempo. Na etapa final, Alisson chegou a defender um pênalti, mas os mexicanos ampliaram. Lisandro López marcou aos 43min, mas faltou o gol qualificado para que o Inter conseguisse avançar à final.
Agora, o time retoma a disputa do Brasileirão. Neste domingo, às 16h, enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, pela 15ª rodada.
O jogo
Disputado sob alta temperatura, na casa dos 35°C, o jogo começou com o panorama mais óbvio, ou seja, com os donos da casa pressionando. O Inter tratou de guardar as posições e conseguiu conter o ímpeto do adversário nos minutos inciais. Porém, o Tigres tinha mais posse de bola e foram insistentes no ataque. Aos 17min, o francês Gignac aproveitou bem o cruzamento que veio da direita e cabeceou para abrir o placar.
O time colorado teve grande chance de empatar aos 39min, quando Valdívia soltou uma pancada de fora da área que Guzmán defendeu em dois tempos. Nilmar por pouco não conseguiu pegar o rebote. Ato contínuo, um duro golpe: Geferson tentou cortar um lançamento do ataque mexicano e acabou marcando gol contra.
O segundo tempo começou com um drama. Aos 2min, Aquino caiu na área e o árbitro marcou pênalti. Mas a estrela de Alisson brilhou e o goleiro defendeu a cobrança feita Sobis, ex-Inter. O goleiro buscou a bola no canto esquerdo. Mas o Tigres seguiu rondando a área colorada, e aos 10min, Arévalo Ríos ampliou o placar. Aos 14min, Sasha, que recém havia entrado no lugar de Nilmar, cabeceou e Guzmán fez grande defesa. Aos 40min, Alisson fez defesa espetacular e evitou que Gignac marcasse mais um.
Aos 43min, Lisandro López recebeu passe de Sasha e descontou para o Inter. Faltava mais um gol para que, a partir do saldo qualificado, o time colorado obtivesse a classificação. Mas não houve tempo para isso.
Ficha técnica:
Tigres (3): Guzmán; Jiménez, Juninho, Rivas e Torres; Arévalo Ríos, Pizarro, Damm (Lugo) e Aquino (Alvarez); Rafael Sobis e Gignac. Técnico: Ricardo Ferreti.
Internacional (1): Alison; William (Rafael Moura, aos 33min do segundo tempo), Ernando, Juan e Geferson; Rodrigo Dourado, Aránguiz, Valdívia e D'Alessandro; Lisandro López e Nilmar (Eduardo Sasha, aos 13min do segundo tempo). Técnico: Enrique Carreras (no lugar de Diego Aguirre, suspenso).
Gols: Gignac (T), aos 17min do primeiro tempo, Geferson (contra, T), aos 40min do primeiro tempo, Arévalo Ríos (T), aos 10min do segundo tempo, Lisandro López (I), aos 43min do segundo tempo.
Cartões amarelos: Torres (T); Rodrigo Dourado (I).
Arbitragem: Carlos Vera, auxiliado por Carlos Herrera e Luis Vera (trio do Equador).
Local: Estádio Universitário, em em San Nicolás de los Garza, no México.

MAIS NOTICIAS - LIBERTADORES

A cartilha do rebaixamento

Duelo de gigantes