Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Libertadores

- Site oficial do Cruzeiro |

Libertadores

Mirando a vitória, Cruzeiro fecha preparação para decisão em Santiago

Mirando a vitória, Cruzeiro fecha preparação para decisão em Santiago
Foto: Alisson Guimarães/Site oficial do Cruzeiro

O Cruzeiro encerrou nesta quarta-feira, em Santiago, a preparação para o jogo contra a Universidad de Chile, marcado para amanhã na capital chilena, válido pela terceira rodada do Grupo 5 da Copa Conmebol Libertadores.
No final da tarde, o técnico Mano Menezes comandou um treino fechado no Estádio Monumental, do Colo-Colo. Em seguida, a delegação seguiu para o Estádio Nacional, palco da partida, para fazer o reconhecimento do gramado.
De acordo com o comandante celeste, a equipe está definida, mas será divulgada apenas minutos antes da partida. “Vamos liberar uma hora antes do jogo. No sábado passado (contra o Grêmio), liberei antes, e não deu sorte. Então penso que devo manter um padrão. Independentemente de nomes, o posicionamento em campo será diferente do que estamos fazendo. Não podemos sacrificar jogadores que têm características de atacar e que eventualmente podem jogar pelo lado para defender em cima de jogadores que jogam na ala e que adiantam muito no campo”, pontuou.
Mano também aproveitou para fazer uma breve análise do sistema do time adversário. “Vamos enfrentar uma equipe que joga com linha defensiva de três, que empurra os alas mais altos, que tem uma maneira muito clara de jogar. Temos que fazer pequenas alterações para encaixar bem e não darmos espaços, além de tirar o melhor das características dos jogadores que temos. É isso que fizemos nos dois treinamentos. O importante é que a equipe esteja confiante para realizar bem o que nós pensamos que seja a melhor estratégia para o jogo”, destacou o treinador.
Visita ilustre
Na noite desta quarta-feira, a delegação cinco estrelas recebeu a visita de Claudio Maldonado. O ex-jogador celeste fez história com a camisa do Clube, tendo sido peça importante na campanha da Tríplice Coroa, em 2003.
O ex-volante chileno reencontrou antigos companheiros, como Fábio e Thiago Neves, com quem jogou junto no futebol brasileiro, e recebeu das mãos dos atletas uma camisa personalizada.
 

MAIS NOTICIAS - LIBERTADORES