Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Campeonato Paulista

- Site oficial da Ponte Preta |

Campeonato Paulista

Ponte Preta: Eduardo Baptista busca ajustes e amadurecimento do time para render melhor e vencer o RB

Ponte Preta: Eduardo Baptista busca ajustes e amadurecimento do time para render melhor e vencer o RB
Foto: Fábio Leoni/Site oficial da Ponte Preta

A derrota para o Bragantino em pleno Majestoso teve sabor amargo, mas o técnico Eduardo Baptista vê que o time tem evoluído e busca ajustes para um melhor rendimento. “Ontem criamos bastante, chegamos pelos lados e temos que trabalhar. Criamos situações, o Silvinho fez talvez a melhor partida dele, com oLéo Artur como volante. Temos buscado soluções, mas a equipe sofre um pouco com suspensões e lesões. Contudo vejo que o time criou muitas chances de novo e é preciso ter tranquilidade, para que a bola entre e que saiamos dessa situação”, diz o técnico, que já tem o pensamento no próximo desafio.
“Tenho que trabalhar.  Já estou com o foco no Red Bull. Minha preocupação é essa: de montar a equipe, ver se tem jogadores lesionados e pensar no próximo jogo. Temos mais duas partidas em casa e temos que vencer. É difícil, por tudo o que aconteceu, pela juventude da equipe, mas temos que lutar ainda mais para sair dessa situação”, reforça.
O treinador explica o que tem visto do atual grupo de atletas. “Quando você usa dez jogadores da base e contrata sete, se remonta uma equipe do zero. Diferente do que aconteceu em 2016 para 2017. Nesse ano sabíamos do risco e se contrata homens e não máquinas. Alguns respondem mais rápidos que outros, e nós estamos colocando aqueles que tem respondido melhor. Nós cobramos o máximo de cada um e estamos sempre buscando melhorar. Podemos evoluir e estamos atentos a isso”, afirma.
Apesar da pressão por resultados, Eduardo Baptista tem observado o time para buscar soluções para conquistar as vitórias. “Já sabíamos que a cobrança aqui na Ponte é muito maior do que em muitos clubes, e igual a de Corinthians, Palmeiras, embora não se tenha a mesma quantia financeira para trabalhar. Temos conversado com os atletas e nós vimos um time mais maduro, que criou chances. A entrada do Marciel ontem propiciou o desmarque, fazendo a ligação que não estávamos conseguindo, pois o Bragantino estava individualizando os volantes e nós só tínhamos os zagueiros para fazer essa ligação. E ele teve tranquilidade para fazer e marcou bem. De novo o Ivan pouco trabalhou e precisamos ajustar para fazer a nossa bola entrar e os resultados serem diferentes”, completa.

MAIS NOTICIAS - CAMPEONATO PAULISTA