Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Palmeiras

- Site oficial do Palmeiras |

Brasileirão Série A | Palmeiras

Por 1 a 0, Palmeiras supera Coritiba no Pacaembu e defende a 4ª posição na tabela

Por 1 a 0, Palmeiras supera Coritiba no Pacaembu e defende a 4ª posição na tabela
Foto: Cesar Greco/Site oficial do Palmeiras

O Palmeiras bateu o Coritiba por 1 a 0 com gol de Jean no Pacaembu, na noite desta segunda-feira (18) em jogo que fechou a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o Verdão defendeu a quarta colocação na tabela – esta já é a sétima rodada seguida em que o Alviverde se mantém nessa posição, entre os primeiros da competição nacional.
Com o gol assinalado no primeiro tempo, que deu a vitória ao Palmeiras, Jean chegou ao seu 12º tento pelo Palmeiras em 88 jogos. Apenas nesta temporada, foram quatro gols em 35 jogos, sendo dois deles pelo Brasileirão e os outros dois pelo Paulistão. Todas as vezes em que marcou gols o polivalente – que pode atuar tanto na lateral quanto no meio de campo –, curiosamente o Verdão não saiu derrotado de campo.
Os números do Palmeiras impressionam como mandante na temporada de 2017. Jogando em casa – incluindo partidas disputadas no Allianz Parque e no Pacaembu – foram 27 jogos e apenas três derrotas sofridas! O saldo de gols também é amplamente favorável, com 51 tentos anotados contra 20 sofridos. De todos estes 27 jogos disputados com o mando de campo a favor – já contando este último diante do Coxa –, o Verdão acumula 20 vitórias e quatro empates.
O atual momento do Palmeiras no Pacaembu é favorável: o time vem de uma série de vitórias de seis jogos. Desde o seu último revés no estádio, sofrido para o Red Bull Brasil, no Paulistão de 2016, o Verdão venceu o Rio Claro (por 3 a 0, no Campeonato Paulista de 2016), o Corinthians (por 1 a 0, no Campeonato Paulista de 2016), o Grêmio (por 4 a 3, no Campeonato Brasileiro de 2016), o Novorizontino (por 3 a 0, no Campeonato Paulista de 2017), novamente o Grêmio (por 1 a 0, no Campeonato Brasileiro de 2017) e agora o Coritiba (por 1 a 0, no Campeonato Brasileiro de 2017).
A vitória diante do Coritiba também entrou para a história por ser a 100ª vez em que o time alviverde enfrentou uma equipe paranaense em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro. Em todas as suas participações no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras já enfrentou quatro diferentes equipes do Paraná, sendo que o adversário da vez é o rival paranaense mais frequente, agora com 43 duelos, seguido de Atlético-PR, com 38, Paraná Clube, 18, e o extinto Ferroviário, com um único embate. Ao todo, foram 100 partidas, 44 vitórias, 27 empates e 29 derrotas (141 gols marcados contra 110 sofridos).
O Palmeiras volta a jogar no próximo domingo (24), quando irá visitar o Fluminense pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Em seguida, o time alviverde terá uma sequência de dois jogos em casa: contra o Santos e contra o Bahia, ambos pelo Brasileirão.
O jogo
A partida começou com domínio pleno do Verdão nos primeiros minutos. Criativo, o Alviverde trabalhou em todos os setores do campo, emplacando jogadas de perigo a seu favor, como quando, em um intervalo de três minutos, chegou com três chances reais de gol. Aos cinco minutos, Keno invadiu a meta do Coritiba: ao tentar encontrar Deyverson, a bola quase sobrou para Dudu e assustou os paranaenses. Aos sete, Deyverson soltou uma bomba em direção ao arco rival, após belo passe de Dudu, de calcanhar. E aos oito, Juninho finalizou de cabeça contra a defesa adversária, levantando a torcida palmeirense.
Das poucas vezes em que chegou ao ataque palmeirense, o Coritiba foi neutralizado pela dupla de zaga esmeraldina – nesta noite formada por Edu Dracena e Juninho –, que afastava a bola da grande área a qualquer custo. A resposta dos visitantes veio com Walisson Maia, aos 17, após cobrança de escanteio: ele obrigou Fernando Prass a fazer uma defesa difícil – antes disso, o goleiro palmeirense já havia afastado uma bola perigosa cruzada por Carleto.
Apesar de o time paranaense ter esboçado reação, o Palmeiras não desistiu e retomou a superioridade absoluta. Aos 38, Dudu, pela esquerda, aplicou belo drible sobre seu marcador e cruzou de perna esquerda. Foi quando Jean, cara a cara com o goleiro, se esticou para, de pé direito, empurrar a bola para o fundo das redes. (Palmeiras 1x0 Coritiba)
Logo na sequência, o capitão Dudu insistiu e quase ampliou a vantagem palmeirense. No decorrer da etapa inicial, o Verdão continuou impondo seu ritmo forte dentro de casa e encerrou sua participação no período, indo para o vestiário com a vitória parcial por 1 a 0.
O Palmeiras voltou para o segundo tempo com o mesmo time, e continuou no ataque, trabalhando a posse de bola e ditando a cadência da partida, articulando jogadas pela esquerda com Egídio e pela direita com Mayke, ligando o meio de campo formado por Jean, Moisés e Tchê Tchê.
Aos 17, o técnico Cuca resolveu renovar o fôlego do ataque palmeirense substituindo Keno por Róger Guedes. Apesar dos sustos pontuais sofridos na etapa final, como quando Prass se viu obrigado a fazer uma grande defesa após cruzamento desviado de Carleto, aos 20, e aos 28, com um petardo do volante Matheus Galdezani, que arriscou de longe, calando a massa alviverde de quase 27 mil torcedores presente Pacaembu, o Verdão soube administrar bem o placar ao longo do certame.
Deyverson ainda chegou a balançar as redes aos 35, mas o gol foi invalidado pela arbitragem que estava em cima da jogada em lance de difícil interpretação. Desta forma, o placar não saiu de 1 a 0 a favor do Palmeiras no Pacaembu.
Antes de o árbitro apitar pela última vez no jogo, Jean ainda saiu para a entrada de Thiago Santos, enquanto Deyverson deixou os gramados para dar vez à Borja – ambos entraram aos 37 do segundo tempo.
Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Jean (Thiago Santos, 37' do 2ºT), Tchê Tchê e Moisés; Keno (Róger Guedes, 17' do 2ºT), Deyverson (Miguel Borja, 37' do 2ºT) e Dudu.
Cartões Amarelos: Edu Dracena, Egídio, Mayke.
Gol: Jean (38' do 1ºT, 1-0).

MAIS NOTICIAS - PALMEIRAS