Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Campeonato Paulista

- Site oficial do Ponte Preta |

Campeonato Paulista

Pronto pra jogar pela Macaca, lateral Ernandes destaca: “Já tenho dois acessos para elite do futebol no meu currículo e tenho certeza que terei o terceiro com a Ponte Preta”

Pronto pra jogar pela Macaca, lateral Ernandes destaca: “Já tenho dois acessos para elite do futebol no meu currículo e tenho certeza que terei o terceiro com a Ponte Preta”
Foto: Site oficial do Ponte Preta

Marcação pesada, defesa firme, habilidade e vontade de vencer. Características que descrevem bem o lateral Ernandes , uma das mais recentes contratações da Macaca, que chega cheio de vontade para vestir a camisa pontepretana. “Já tenho dois acessos para elite do futebol no meu currículo e tenho certeza que terei o terceiro com a Ponte Preta”, diz o atleta.
O próprio jogador fala um pouco dos próprios pontos fortes. “Estou muito feliz para vestir uma camisa gloriosa, cheia de histórias. Tenho característica de marcar, bastante força. Os atletas que jogam contra são muito velozes, então temos que primeiro conter mais, defender. Ninguém ataca sem antes defender”, destaca.
O atleta acrescenta conhecer a força da torcida pontepretana e que está pronto para jogar ali, bel ao lado dela, quando as partidas voltarem a ser realizadas e com a presença de público. “Tenho responsabilidade e quem joga na lateral sabe que se erra uma bola, está mais perto do torcedor, vai ouvir.  Então quem joga ali tem que ser mais concentrado, ter psicológico muito bom e sou assim. Busco me motivar em  mim mesmo e dar meu melhor para fazer a diferença.”
Ernandes, que participou ontem (29) do Bate Papo com a Torcida, na PonTV, também foi questionado sobre 2018, quando atuava pelo Goiás com idade errada na inscrição – fato que foi levado ao STF e que foi aventado, inclusive, como razão para causar a retirada do Goiás da quarta colocação daquele ano e a entrada da Ponte no lugar. A confirmação da informação errada não gerou prejuízo ao time goianiense, mas o jogador foi punido na época com gancho de 180 dias.
“A idade errada me incomodava muito, isso foi resolvido sem prejudicar ninguém. Acho que não há nenhum erro na pessoa procurar o que é melhor para ela e foi o que a Ponte fez na época, então, claro que não tenho nenhum ressentimento. Pelo contrário: ninguém me fez mal e tive a chance de corrigir. É a lei da semeadura, o que você planta , você colhe. Plantei algo que não foi legal no passado, fiquei um tempo sem jogar por causa disso, o que não foi legal também, mas isso é passado. Estou sendo contratado pelo meu esforço, pelo meu trabalho, pela minha carreira, e darei tudo pela Ponte”, conclui.

MAIS NOTICIAS - CAMPEONATO PAULISTA