Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

São Paulo

- Site oficial do São Paulo |

Brasileirão Série A | São Paulo

São Paulo: Dorival esboça o time para a estreia

Trabalho tático desta terça (11), no CT da Barra Funda, complementou a preparação para o duelo com o Atlético-GO

São Paulo: Dorival esboça o time para a estreia
Foto: Érico Leonan/Site oficial do São Paulo

No primeiro trabalho com todo o elenco, o técnico Dorival Júnior já esboçou a escalação da equipe para o duelo com o Atlético-GO que será disputado na noite da próxima quinta-feira (13), no Morumbi, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. No CT da Barra Funda, o treinador comandou uma atividade que ajustou a equipe.
A terça-feira (11) tricolor começou com um aquecimento orientado pelos preparadores físicos Celso Rezende e Pedro Campos. Divididos em grupos, os jogadores tinham que trocar passes em velocidade e com aproximação. Para complementar esta primeira etapa, os atletas fizeram um complemento técnico em campo reduzido.
Na sequência, já de olho no confronto com o clube de Goiás, o treinador iniciou a montagem da equipe por etapas. Primeiro, armou o sistema defensivo com Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei e Petros. Neste treino específico de ataque contra a defesa, o intuito era ajustar o setor de marcação e posicionar os zagueiros.
Depois, o foco foi no ataque: Dorival escalou o sistema ofensivo com Gomez, Cueva, Wellington Nem e Lucas Pratto. Dessa forma, o time titular foi composto por Renan Ribeiro; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Petros e Cueva; Gomez, Lucas Pratto e Wellington Nem.
O novo comandante passou diversas instruções, simulou situações de jogo e pediu constante movimentação entre os laterais e os pontas. Assim, a ideia era que os jogadores explorassem as jogadas pelas alas para chegar à frente e municiar Pratto na grande área. Pela lado direito, Buffarini e Wellington Nem alternaram constantemente o posicionamento, enquanto Gomez e Tavares fizeram o mesmo pela esquerda.
Didático, o comandante parou o tático diversas vezes para corrigir o posicionamento dos atletas e mostrar o caminho para a construção das jogadas. Além de aperfeiçoar o ataque, o treinador também exigiu efetividade na recomposição para neutralizar os contragolpes.
Antes de receber o Atlético-GO, o Tricolor terá mais um dia de trabalho no CT da Barra Funda. Com 11 pontos em 12 jogos, o São Paulo precisa de um resultado positivo para iniciar a briga pela parte de cima da tabela no Campeonato Brasileiro.

MAIS NOTICIAS - SÃO PAULO