Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Copa do Brasil

- Site oficial do Joinville |

Copa do Brasil

JEC acaba com jejum e vence o Itabaiana: 1×0

JEC acaba com jejum e vence o Itabaiana: 1×0
Foto: Site oficial do Joinville

Foram mais de 300 dias sem comemorar uma vitória fora de casa, mas ela voltou a acontecer quando nós mais precisavamos. Jogando em Sergipe, o JEC precisava apenas do empate para avançar a próxima fase da Copa do Brasil, mas o Tricolor conseguiu vencer o Itabaiana por 1×0, terminando com o jejum de vitória fora das nossas terras.
O JOGO
A partida já deu indícios de que seria difícil. Com três minutos de jogo, Dick já havia feito duas faltas e recebido o cartão amarelo. O jogo não teve chance clara de gol nos primeiros minutos, o juiz apitou inúmeras faltas durante toda a primeira etapa. Na cobrança de uma delas, aos seis minutos, Evaldo ficou pedindo pênalti e o árbitro mandou o lance seguir.  Somente com 2o minutos de jogo é que apareceria uma grande chance para o JEC. Grampola dominou e protegeu muito bem a bola e viu a ultrapassagem do garoto Madson. Ele bateu de primeira, cruzado e o goleiro Andrade fez uma grande defesa. O Itabaiana só foi responder no fim do primeiro tempo. Escanteio, bola desviada e gol. Porém, o bandeira marcou o impedimento. Primeiro tempo de poucas emoções e sem gols: 0x0.
Assim como na primeira parte da partida, nada de emoção nos minutos iniciais. As duas equipes cometiam muitas faltas, principalmente o Joinville. Aos 16 minutos, Thiago Alagoano e Murilo Rangel trabalham bem a bola e o camisa 11 faz o passe para Dick. O lateral domina e bate, mas pega muito fraco e o goleiro defende sem dificuldades. O Itabaiana respondeu dando um susto na defesa Tricolor. Escanteio cobrado, Léo Lima dá uma casquinha na bola e ela toca o travessão do goleiro Matheus antes de sair. Com 26 minutos de segundo tempo, a alteração que mudaria o jogo, Rogério Zimmermann colocou Elias no lugar de Madson. Antes, um outro lance que mudou a partida. Aos 30 minutos, o nosso goleirão operava um milagre. Outra fez um cruzamento na área e Eduardo consegue fazer o cabeceio, Matheus já havia passado da bola e conseguiu se recuperar fazendo uma defesa simplesmente espetacular. Permanecia tudo igual no marcador. Thiago Alagoano viu Elias livre do lado esquerdo, virou o jogo e deu um ótimo passe para o meia. Ele dominou e bateu de canhota, deslocando o goleiro, gol do JEC aos 33 minutos: 1×0 no placar. Sem mais grandes chances no jogo, a partida chegou ao final e junto com ela o jejum do Tricolor sem vencer fora de casa. Joinville classificado para a segunda fase da Copa do Brasil.
No fim da partida, o professor Rogério Zimmermann fez sua avaliação da partida. “A dificuldade do jogo já era esperada. Nós vimos de quatro a cinco jogos deles, é um time muito rápido do meio para frente, com jogadores bons na jogada individual. Vimos que teríamos um grande trabalho e felizmente a parte defensiva foi muito boa, em alguns momentos com um volume de jogo maior dos donos da casa, mas teve uma bola e que o Matheus fez a defesa do jogo. No primeiro tempo eles não chutaram no gol e nós tivemos a chance da partida com o Madson. A primeira etapa nós tivemos a oportunidade de matar o jogo, no segundo tempo eles precisavam vencer e nós aproveitamos o contra-ataque para determinar a partida. O resultado foi justo porque conseguimos suportar na hora defender e tivemos competência na hora de definir”, disse
O próximo compromisso do JEC é pelo Catarinense. A equipe vai até Florianópolis para encarar o Figueirense, às 17hrs.

MAIS NOTICIAS - COPA DO BRASIL