Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Libertadores

- Site oficial do São Paulo |

Libertadores

São Paulo: Kelvin e João Schmidt podem ser as novidades no time

Dupla treinou entre os titulares, e técnico Edgardo Bauza mantém o mistério para o confronto com o Trujillanos-VEN

São Paulo: Kelvin e João Schmidt podem ser as novidades no time
Foto: Érico Leonan/Site oficial do São Paulo

O Tricolor poderá ter novidades no reencontro do Morumbi com a Libertadores da América. Nas atividades realizadas nesta segunda-feira (4), no Centro de Treinamento da Barra Funda, o técnico Edgardo Bauza comandou um trabalho tático e sinalizou com possíveis mudanças na equipe são-paulina, que enfrentará o Trujillanos-VEN na noite desta terça (5), às 21h45 (de Brasília), pela quarta rodada do Grupo 1 da competição continental.
O volante João Schmidt e o atacante Kelvin treinaram entre os titulares, nas vagas de Thiago Mendes e Daniel, respectivamente, e poderão surgir como as mudanças na equipe. Patón, porém, mantém o mistério e só revelará os escolhidos momentos antes de a bola rolar. “Treinamos alternativas de jogo, e estou por definir a melhor formação. João Schmidt e Kelvin disputam com Thiago Mendes e Daniel”, explicou o experiente treinador argentino.
Antes das atividades com bola desta tarde, logo após a reapresentação do grupo no CT, os jogadores seguiram para a sala de preleção e assistiram alguns vídeos sobre o adversário. O comandante também passou algumas orientações e falou sobre o que espera da partida, que é encarada com seriedade pelo São Paulo: só os três pontos interessam.
Na sequência, o grupo foi para o campo principal e realizou o coletivo. Como de costume, na primeira parte, somente os titulares foram posicionados e simularam uma série de jogadas. O time foi escalado com Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, João Schmidt e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Kelvin e Calleri. Depois, convocou a equipe suplente e ditou o ritmo do exercício tático.
As bolas paradas, mais uma vez, receberam atenção especial de Bauza. Escanteios e cobranças de faltas de ambos os lados – e de diferentes ângulos – foram aprimoradas. Por fim, um complemento de finalizações (frontais e após cruzamentos) fechou a preparação do São Paulo para o decisivo embate com os venezuelanos. Com dois pontos em três rodadas no Grupo 1, só um triunfo interessa ao Tricolor. Na liderança da chave está o The Strongest-BOL (sete), seguido pelo River Plate-ARG (cinco).

MAIS NOTICIAS - LIBERTADORES

A cartilha do rebaixamento